Sindicom Facebook Twitter YouTube

Sindicato dos Trabalhadores em Comunicação de Goiás

Arquivos por tag: audiência

8 dicas para gerentes de marketing que trabalham em empresas tradicionais

 

"O verdadeiro empreendedor é aquele que empreende mesmo sendo funcionário de uma empresa". Você com certeza já ouviu ou leu algo parecido com essa frase. O que ela realmente significa, especialmente para gerentes de marketing?

Podemos dizer que essa frase está relacionada à autonomia e inovação. Pode parecer óbvio, mas nem sempre uma empresa está aberta à mudanças de pensamentos e cultura. Principalmente se estamos falando do departamento do marketing.

Não é tarefa simples estar a frente de uma equipe responsável por alavancar os resultados de uma companhia ao mesmo tempo que cuida do branding da empresa e de praticamente todas as estratégias. Ainda mais se ela for conservadora. Mas isso não significa que não seja possível inovar neste cenário.

É preciso buscar sempre a inovação

A falta de incentivo em inovação pode causar inércia entre os colaboradores e deixar o clima frustrante, o que não é nada bom para os gerentes de marketing. Um time desmotivado e sem autonomia não poderia render o esperado ou superar qualquer expectativa.

Sugerir novas ações pode ser um grande diferencial no competitivo mercado atual, até como destaque profissional.

Aí entra mais um entre os tantos desafios que já rondam a rotinas dos gestores de marketing nas empresas. Especialmente nos últimos tempos, em que cases de marketing online tem aberto as portas para inovações antes inimagináveis.

Como os gerentes de marketing podem inovar em uma empresa tradicional

Marcas conversando por meio de perfis nas redes sociais, ações conjuntas entre concorrentes, interações com a audiência. É um prato cheio para o mercado publicitário de marketing e aumenta o interesse de profissionais que gostariam de fazer a mesma coisa.

Mas estamos falando aqui de negócios e empresas de perfil mais tradicional, que se opõe ou resiste a embarcar nessas "ameaças modernas". Nossas primeiras dicas são para os gerentes de marketing capricharem nos argumentos, que são simples, mas necessários:

1 - Explique que novas medidas não vão afetar os clientes que a empresa já tem

Pelo contrário, a ideia é justamente evitar que os clientes tradicionais migrem para a concorrência. Perder audiência para os competidores é algo que nenhuma empresa quer, tradicional ou moderna. A questão é que os clientes atuais começarão a olhar a empresa com "outros olhos" e se acostumarão com ações mais pontuais e diferentes.


2 - Deixe claro que as mudanças irão agregar valor

Investir em novas medidas, principalmente no meio digital, não vai causar grandes mudanças, nem na cultura e nem na estrutura da empresa. O core do negócio de prestar um serviço de qualidade permanece o mesmo. Procure deixar isso bem transparente para a direção.

Ainda nesse sentido, mostre como os investimentos são relativamente baixos para o retorno que mais ações poderiam trazer. Falar em novas atribuições soa como "vou ter mais trabalho" para quem está à frente do negócio. Cabe ao gerente de marketing esclarecer que isso não vai acontecer.


3 - Podemos combinar os métodos tradicionais com outro digital

Um complemento à dica de que não haverá grandes mudanças, explique que a ideia é combinar métodos tradicionais com a digitalização. É válido buscar casos semelhantes no mercado para apontar que pequenas mudanças podem ser vitais até para sobrevivência do negócio.

Explicar para a diretoria da empresa a importância dessas ações é um momento de negociação. Sabemos que os gerentes de marketing não costumam ter problemas quando é hora de negociar. As próximas dicas são focadas em como colocar a mão na massa, mas acima de tudo, seja sincero na empresa em que você está.


4 - Use dados como base para suas indicações

Por muito tempo foi creditado ao marketing a prática de comandar ações por meio de opiniões muitas vezes subjetivas. Atualmente é possível lançar mão de informações concretas para dar embasamento empírico às propostas de ações.

Por exemplo, se a empresa nunca possibilitou a realização de novas ações nas redes sociais, apure os feitos da concorrência coletando dados de engajamento, compartilhamentos, interações, entre outras ações, para mostrar como investir em meios digitais valoriza a marca e traz resultados verdadeiramente mensuráveis.


5 - Adote metodologias ágeis para inovar e desenvolver o negócio

Empresas tradicionais têm uma grande vantagem: a base de clientes consolidada, independentemente do porte da empresa. E certamente esse consumidor já tem sua presença online, portanto, explore essa vantagem para ser reconhecido pelos clientes.

Aposte na metodologia, como as propostas pelo Agile Marketing. Processo simples e menos burocráticos, softwares para auxiliar na rapidez do movimento das informações e análise constante, respostas rápidas, entre outras ações, vão te ajudar a desenvolver as ideias e acalmar a tensão da direção.


6 - Sensibilidade em relação ao público

Ao mergulhar nos meios digitais, o contato com a audiência se torna mais completo, sendo possível medir sua sensibilidade. As pessoas estão buscando informações, fazendo também suas análises antes de escolher de quem comprar.

Os gerentes de marketing devem investir ações na relação com o público ao introduzir a marca no meio que ainda é novidade para a empresa tradicional.


7 - Conheça bem a audiência da empresa

Aproveite a base de dados que já está disponível na internet para explorar características da audiência. Mas focando na agilidade da metodologia, crie métricas para analisar e investir no que realmente é necessário para sua estratégia.

Ao fortalecer a atuação na internet, pode ser que você note diferenças entre o perfil que haviam traçado até o momento sobre o público da empresa e a audiência digital. Para que a atuação digital seja eficaz é preciso ficar de olho nesse termômetro.


8 - Analise a concorrência

Outra grande vantagem do marketing digital é a oportunidade de estudar casos dos competidores. Assim como olhar ao redor é essencial para convencer os dirigentes à inovação, também é importante para analisar o que pode ou não dar certo.

Claro que não estamos falando de buscar receitas prontas. Cada empresa tem sua identidade e metas e a estratégia digital deve se orientar por elas. Mas analisar os passos da concorrência sempre pode agilizar o seu próprio processo.

Em alguns casos nem mesmo a clareza dos argumentos e capacidade de negociação são suficientes para provar a importância da inovação em empresas conservadoras. Mas lembra o que falamos no início sobre empreender?

A conclusão é que o importante é não desistir. Por isso, empreender e inovar se confundem em seus significados. Sabemos que nesse cenário pode ser um desafio tomar novas ações, porém vale a pena conversar e fazer o seu papel.

Fonte: agenciainbound.com.br