Sindicom Facebook Twitter YouTube

Sindicato dos Trabalhadores em Comunicação de Goiás

Arquivos por tag: phelps

Empreendedores e atletas olímpicos têm mais em comum do que você imagina? Veja nosso duelo!

Resolvemos comparar a trajetória de um dos maiores empreendedores na área de tecnologia ao maior ganhador de medalhas da história dos Jogos Olímpicos. E aí, quem vai levar o ouro?

Por  Luana Clara

Focados. Determinados. Incansáveis. Essas três características podem ser atribuídas a qualquer  atleta que está na  Vila Olímpica para participar das  Olimpíadas do Rio, mas também podem facilmente representar um empreendedor de sucesso. E não é que esses dois perfis tem mais em comum do que a gente imagina? Atletas e empreendedores compartilham muitas qualidades que os conduzem ao primeiro lugar em suas modalidades, como resiliência, persistência, agilidade, alto índice de motivação e muita coragem, para citar apenas alguns.

Como estamos tomados pelo espírito esportivo, resolvemos comparar aqui a trajetória de um dos maiores empreendedores na área de tecnologia ao maior ganhador de medalhas da história dos Jogos Olímpicos. Já sabem de quem estamos falando? Isso mesmo, a disputa do dia é entre Michael Phelps e Steve Jobs. Quem merece ocupar o lugar mais alto do pódio?

Gênio das piscinas x Gênio da tecnologia

Michael Phelps: O nadador americano Michael Phelps já ganhou (até agora) vinte e duas medalhas de ouro em Olimpíadas, mais que o dobro do que qualquer outro atleta já teve na história. Esse é o legado que ele vai deixar para o mundo, mas nem só de glórias se faz um superatleta. Em 2009, um escândalo causado por uma foto que mostrava o herói fumando maconha rendeu três meses de suspensão, falta aos treinos, perda de foco (o esporte o ajudou a tratar o Distúrbio de Déficit de Atenção). O fato de ter voltado com tudo na Olimpíada de Londres (2012), quando levou para casa quatro medalhas de ouro, parece não ter sido o bastante para recuperar a paixão pelo esporte. No campeonato nacional americano, em 2014, Phelps não venceu uma única final e ainda foi pego pela polícia dirigindo acima do limite de velocidade e alcoolizado. Mais uma suspensão e a Olimpíada do Rio parecia uma realidade muito distante. Após seis semanas em uma clínica de reabilitação no Arizona, o atleta começou a encontrar o equilíbrio para colocar a vida nos eixos novamente. Resolveu voltar a nadar e buscar o ouro. Ressurgiu como um Fênix e já conquistou 4 ouros no Rio. E parece estar mais feliz do que nunca.

Steve Jobs: Gênio indomável. Visionário. De personalidade difícil. O cara que criou as bases da Apple aos 20 anos, na garagem da casa dos pais, e construiu um império no setor da informática. Mais do que isso, aquele que revolucionou a forma como nos relacionamos com a tecnologia. Mas, olha aí, sua trajetória também não é feita só de vitórias. Em 1985, Jobs foi demitido da própria empresa após perder uma disputa com o corpo executivo. Esse poderia ser o fim, afinal, o que pode ser mais humilhante que ser despedido da empresa que você mesmo criou? Que nada, ele não se deixou abater. Enquanto esteve fora, fundou a NeXT e a Pixar e voltou ao lugar mais alto do pódio da Apple em 1997, quando foi oficialmente nomeado CEO interino. Foi nessa fase que criou produtos de enorme sucesso como o iMac, iPhone, iPod e iPad. Em 2007, Jobs foi nomeado a pessoa mais poderosa no mundo dos negócios pela revista Fortune. A única batalha que perdeu foi para um câncer no pâncreas, que o levou em 2011. Seu nome, contudo, ficará pra sempre na história.


Fonte: administradores.com.br