Sindicom Facebook Twitter YouTube

Sindicato dos Trabalhadores em Comunicação de Goiás

Histórico

fachada

 

O SINDICOM - Sindicato dos Trabalhadores em Comunicação foi um sonho que se tornou realidade. No dia 30 de Abril de 1998, os trabalhadores em empresas de rádio, televisão, publicidade e administrativos dos estados de Goiás e Tocantins reunidosem Congresso Estadualno Auditório da Câmara Municipal de Goiânia, aprovaram a criação do Sindicato dos Trabalhadores em Comunicação nos Estados de Goiás e Tocantins - SINDICOM-GO/TO. 

O SINDICOM representa a categoria dos Trabalhadores em Empresas de Rádio, Televisão, Publicidade, Outdoors, Empresas de Listas Telefônicas, Administrativos de Jornais e Revistas, Administrativos de Rádio, Televisão e Publicidade, Trabalhadores de Rádio e Televisão Comunitárias e Similares e Instalações, com abrangência interestadual e base territorial nos Estados de Goiás e Tocantins. 

Todos os trabalhadores presentes foram brindados com as vozes envolventes do coral da Fundação Orquestra Sinfônica de Goiânia. 

Os representantes das entidades presentes que compuseram a mesa saudaram a iniciativa dos trabalhadores em radio e televisão de iniciarem o projeto da CUT do sindicato por ramo de atividade. 

Fizeram parte da mesa: Sandra Cabral, Secretaria de Comunicação da CUT Nacional, Liorcino Mendes, presidente do SINTERP, Antonio Carlos, presidente do Sindgraf, Antonio Fraga, representante do TEM-DRT-GO entre outros. Sandra falou da importância da atitude corajosa do SINTERP de abrir mão do cooperativismo sindical em prol do engrandecimento da luta dos trabalhadores, o representante do sindicato dos telefônicos - SINTELL-GO., falou que o próximo passo  é discutir a inclusão dos telefônicos no novo sindicato. Antonio Fraga, representante da Delegacia Regional do Trabalho - Ministério do Trabalho - DRT lembrou a grande quantidade de sindicatos no Brasil e a necessidade de um número menor e mais representativo, inclusive para a qualificação do trabalho desenvolvido pelos sindicatos. Antonio Carlos, falando pelo Sintgraf falou da longa jornada de discussão que envolveu também o Sindicato dos jornalistas que neste momento se absteve de envolver nessa luta. Liorcino Mendes, falando em nome do SINTERP, lembrou-se da caminhada de sete anos que passou pelos Intercons e acabou ali na construção do novo sindicato que vai envolver uma base de mais de 10 mil trabalhadores. 

O grande desafio da CUT - Central Única dos Trabalhadores é de organizar os trabalhadores em sindicatos por ramo de atividade, sendo assim os trabalhadores em comunicação nos estados de Goiás e Tocantins aceitaram o desafio e saíram na frente, criando o primeiro Sindicato por ramo de atividade do Brasil e da América latina. 

Desde sua fundação, o SINDICOM tem conseguido atrair os trabalhadores, dando um salto de qualidade na organização, representação e conquista de resultados. 

Você é parte dessa história.