Sindicom Facebook Twitter YouTube

Sindicato dos Trabalhadores em Comunicação de Goiás

CEO da Uber renuncia ao cargo após pressão de acionista

Empresa está vivendo conflitos internos e escândalos

POR AGÊNCIA ANSA

Travis Kalanick, fundador do Uber, deixa o cargo de CEO da empresa (Foto: Divulgação)Travis Kalanick, fundador do Uber, deixa o cargo de CEO da empresa (Foto: Divulgação)

O CEO e cofundador da Uber, Travis Kalanick, demitiu-se do cargo nesta quarta-feira (21), pressionado por investidores e após uma série de escândalos envolvendo a empresa de serviço de transportes, como polêmicas de assédio sexual, de fraude em inspeções regulatórias e de roubo de propriedade intelectual.

Há uma semana, Kalanick tinha se afastado por tempo indeterminado de suas funções, mas a confirmação de sua renúncia veio hoje pelo jornal "The New York Times". O executivo norte-americano é mais um que deixa a Uber.