Sindicom Facebook Twitter YouTube

Sindicato dos Trabalhadores em Comunicação de Goiás

Salvador recebe os membros do Conselho de Enlace da UNI Brasil

O Sindicato dos Radialistas da Bahia que tem como coordenador Everaldo Monteiro, que também é Vice Coordenador da Federação, foi o organizador da reunião

IMG_4029A cidade de Salvador, Bahia foi  sede da 72ª Reunião do Conselho de Enlace da Uni Brasil no último dia 16 de Julho. A reunião aconteceu na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Água e Esgoto de Salvador. Everaldo Monteiro, vice coordenador da Fitert deu as boas vindas aos presentes e se colocou a disposição do conselho para outras atividades do Conselho no Estado da Bahia.

A UNI Américas realizou no final de Junho na cidade de Buenos Aires reunião da Diretoria Executiva e Conselho de Mulheres quando foi aprovada uma carta de apoio ao povo Grego. A UNI se fez presente no seminário internacional da CNTC que aconteceu em Brasília e tem massificado sua luta contra a grande exploração dos trabalhadores em empresas de segurança pelo grupo Prosegur, principalmente nos países da America latina, inclusive apoiando a greve no Chile. As leis trabalhistas no Chile são perversas e permitem que a partir do décimo quinto dia de greve dos trabalhadores a empresa pode demitir os grevistas e contratar novos trabalhadores. A UNI também tem dado uma grande parcela de contribuição aos trabalhadores da Colômbia, onde a precariedade dos trabalhadores é muito grande. O sindicalismo é por empresa, o que deixa o movimento enfraquecido, pois acaba o patrão sendo responsável pela criação do sindicato dentro de sua empresa e indicando o presidente e diretores do sindicato.

A questão do plebiscito da Grécia foi um dos temas em discussão. A grande mídia dizia que os institutos de pesquisa da Grécia davam como certo a vitória do SIM, pois o povo grego não queria sair da zona do Euro. Outro aspecto informado foi que grande parte do movimento sindical não aderiram ao movimento do NÃO. Apostavam na vitória do sim, inclusive CES (Central Européia) pedia abertamente  o voto ao SIM no plebiscito. 

 

Outras centrais sindicais se abstiveram do processo, ficaram em cima do muro. O partido comunista grego defendia o SIM no plebiscito. Mas o povo grego deu uma resposta à altura de seu descontentamento  e disse NÃO, aos planos da União Européia, Não a Zona do Euro. Uma vitória do povo contra a grande mídia. Mais uma vez a mídia burguesa tentou de todas as formas interferir na vontade do povo. 

O conselho de Enlace também repudiou a Medida Provisória aprovada pelo governo brasileiro que cria o PPE (Programa de Proteção ao Emprego). Miguel Novaes fez um esboço da Medida Provisória, falando um pouco da origem do programa, e que infelizmente o congresso jogou nas costas dos trabalhadores o ônus das dificuldades econômicas. "A proposta do governo joga por terra a luta das entidades sindicais sobre a redução da jornada de trabalho. É uma agressão aos trabalhadores do Brasil. Há movimentos capitalistas internacionais que estão por trás das ações do congresso, forçando a derrubada da CLT. A medida provisória entra no cenário num momento difícil para os trabalhadores", ressalta.

 

   
   
 
 

IMG_4030Miguel Novaes secretário de relações internacionais da FITERT e secretário do Conselho abriu a reunião explicitando aos presentes a função do conselho e sua origem.